.PS Almeida aberto à sociedade

Faz chegar a tua voz ao PS Almeida com notícias, opiniões, sugestões, comentários, críticas, textos... p.s.almeida@sapo.pt
Domingo, 28 de Outubro de 2012

...

POSIÇÃO DO PS – ALMEIDA

REORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA DO TERRITÓRIO

 

Atendendo a que num concelho como o nosso, a morte das freguesias é o acelerar do processo de desertificação e abandono de vastos territórios bem como a perda da auto-estima e memória coletiva que vem mantendo ligados à terra de origem sucessivas gerações de conterrâneos nossos;

Atendendo a que no concelho de Almeida a freguesia é muito mais que a população residente: é tradição, é cultura e é história;

Atendendo a que os critérios para a agregação de freguesias não são os adequados e não diferenciam as especificidades das áreas rurais;

 Atendendo a que estas medidas se traduzem num acréscimo de custos para a população, face à dispersão do território e às distâncias que terão de percorrer para a resolução de problemas do dia-a-dia, num contexto de ausência de transportes públicos;

Atendendo a que na maioria dos casos a diminuição do número de freguesias não representa qualquer benefício ou melhoria no que concerne à gestão territorial, antes indiciando prejuízos nos serviços prestados à comunidade, marcados pela proximidade e práticas de boa vizinhança;

Atendendo a que esta medida prejudica fortemente a coesão territorial e social;

Atendendo ainda ao facto de que, tal como proclama a Associação Nacional de Municípios Portugueses todo este processo não prevê a pronuncia do cidadão que julgamos essencial, tanto mais quando os atuais Órgãos do Município ou da Freguesia e respetivos Autarcas, não foram mandatados eleitoralmente pelas populações para consumar esta reforma administrativa e se encontram em fim de mandato;

Atendendo a que se pretende utilizar os eleitos locais, forçando-os a deliberar sobre matérias que não constam das leis que regulam o quadro de competências dos órgãos autárquicos, para os quais foram democraticamente eleitos com o voto dos cidadãos do concelho de Almeida;

Considerando que o concelho de Almeida deve defender a todo o custo a sua identidade, a sua memória, a sua cultura, herança de sucessivas gerações, um património coletivo inalienável;

Atendendo a que não podemos concordar com uma Lei vazia de Espírito, em que a sua pretensão (económica) nunca será cumprida e à custa disso irá destruir toda uma identidade cultural criada durante séculos e hipotecar a proximidade e uma organização político-administrativa que funciona;

O PS – Almeida, em nome de todo um passado que nos molda o presente e dá esperança para o futuro, em nome do concelho de Almeida e das suas gentes, não vai exercer e votará contra a iniciativa para a deliberação prevista na Lei nº 22/2012, porque discorda que sejam extintas as freguesias de Ade, Aldeia Nova, Azinhal, Cabreira, Castelo Mendo, Junça, Leomil, Mesquitela, Mido, Monte Perobolço, Naves, Parada, Porto de Ovelha, Senouras, Vale de Coelha e  Valverde. 

A Comissão Politica Concelhia do Partido Socialista de Almeida

publicado por psalmeida às 21:39

link do post | comentar | favorito

MENSAGEM DO SECRETÁRIO-GERAL DO PARTIDO SOCIALISTA

MENSAGEM DO SECRETÁRIO-GERAL DO PARTIDO SOCIALISTA

Ao fim de 16 meses de governação, o desemprego é o maior de sempre, a economia continua a cair, a divida pública a aumentar e o défice orçamental é superior ao previsto. As pessoas estão mais pobres, há cada vez mais famílias insolventes e mais empresas a entrarem em falência. Há famílias desesperadas, sem dinheiro para pagarem a renda da casa, a luz, a água ou o gás. Há cada vez mais desempregados, e em cada dia que passa mais desempregados sem qualquer apoio social.

Ao fim de 16 meses de governação, o desemprego é o maior de sempre, a economia continua a cair, a dívida pública a aumentar e o défice orçamental é superior ao previsto. As pessoas estão mais pobres, há cada vez mais famílias insolventes e mais empresas a entrarem em falência. Há famílias desesperadas, sem dinheiro para pagarem a renda da casa, a luz, a água ou o gás. Há cada vez mais desempregados, e em cada dia que passa mais desempregados sem qualquer apoio social.

Os portugueses cumpriram com os pesados sacrifícios impostos pelo governo, o governo falhou em toda a linha. Prometeu cumprir em troca dos exagerados sacrifícios impostos aos portugueses, mas falhou.

Só no próximo ano, vamos pagar 2,5 mil milhões de euros em impostos, porque o Governo errou e foi incompetente na execução orçamental deste ano.

O Primeiro-ministro falhou. Está aflito. Meteu-se numa camisa de sete varas e não sabe como sair dela. Agora vem falar na refundação do programa de ajustamento. Ninguém sabe o que tal significa. Exijo que o Primeiro-ministro seja claro. Fale verdade e explique ao país o que quer dizer com refundação do programa de ajustamento. Ele já disse que não é renegociação. Diga de uma vez por todas o que é, ao que vem e o que propõe.

A refundação do memorando é uma singularidade e o PS só se pode pronunciar depois de conhecer o que é que o Primeiro-ministro pretende em concreto. Seja transparente é o que exijo ao Primeiro-ministro.

Mas quero, desde já, ser muito claro: não contem com o PS para fazer acordos nas costas dos portugueses, nem contem com o PS para o desmantelamento do Estado Social. O PS não está disponível para nenhuma revisão constitucional que ponha em causa as funções sociais essenciais do Estado.

Ao mesmo tempo, o Primeiro-ministro vem fazer um aceno ao PS. Semelhante a um náufrago que já não consegue sair do remoinho em que se meteu.

Agora é que se lembra do PS? Há mais de um ano que ignoram os nossos avisos e as nossas propostas. Fizeram as vossas escolhas, definiram as vossas estratégias, executaram-nas, juraram que iria dar certo e que não havia alternativa, fizeram cinco atualizações do memorando sem terem em conta o PS, enviaram documentos para Bruxelas sem discussão prévia e nas nossas costas, não atuaram na Europa como deviam e quando deviam, desbarataram o consenso político e social e agora é que se lembram de nós?

O PS sempre esteve, está e estará disponível para ajudar Portugal, mas não peçam ao PS para dar a mão a este Governo e a esta política. Porque este Governo está a fazer mal a Portugal. O próximo Orçamento do Estado não é de salvação nacional, é um OE de empobrecimento nacional. Não somos autores, nem seremos cúmplices desta política de austeridade. Nenhum português compreenderia que o PS fosse aplicar uma política com a qual discorda profundamente. O nosso compromisso é com os portugueses e não com um Governo que chama piegas aos portugueses, que manda os jovens emigrar, que compara o desemprego a uma oportunidade ou que tentou retirar rendimento dos trabalhadores para financiar as empresas.

O nosso compromisso é com os portugueses e com o interesse nacional. Permaneceremos fiéis aos nossos valores, mantendo a nossa postura construtiva e afirmando a nossa alternativa responsável. Portugal precisa de mudar de vida. É essa mudança que vos proponho. É nessa mudança que estamos a trabalhar.

António José Seguro

publicado por psalmeida às 21:09

link do post | comentar | favorito

.Concelhia PS Almeida

.pesquisar

 

.Maio 2016

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. CONVOCATÓRIA --ELEIÇÃO D...

. Discurso do Ps Almeida no...

. Intervenção do PS Almeida...

. Ano Novo Vida Nova

. Demissão dos incompetente...

. Resultados Eleições Primá...

. Resultados Federação ...

. Eleições Primárias - Ca...

. Discurso sobre as comemor...

. 40 anos do 25 de Abril

.arquivos

. Maio 2016

. Abril 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Abril 2014

. Fevereiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Junho 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.links

.história partido socialista

.horas certas

.Visitas

.AVISO

Para preservação de um nível crítico elevado os comentários anónimos ofensivos, caluniosos ou obscenos podem ser eliminados do blog.
blogs SAPO

.subscrever feeds